Angelina e Brad Pitt, Fátima e Bonner…O que está acontecendo?

angelinajoliebradpittaafeb09

Agora pouco me deparei com a notícia real de que Angelina Jolie pediu divórcio do Brad Pitt. A internet inteira está alvoroçada por essa notícia assim como ficou com a notícia da separação do Bonner e da Fátima há algum tempo.

As pessoas estão tristes, chocadas e dizendo que não acreditam mais em amor após essas notícias. Até eu brinquei disso por conta da representatividade que esses casais tinham para os pobres mortais.

Nós fomos criados desde cedo com histórias de amor como Cinderela,  A Bela e a Fera, Branca de Neve e ao longo das nossas vidas fomos bombardeados por filmes/novelas/livros com amores profundos, de fazer chorar litros de emoção quando davam certo e de tristeza profunda quando não. Eu costumo chamar de “amor de cinema” que é totalmente diferente do amor da vida real.

Há poucos dias a internet também ficou maravilhada com a coluna do Gregório Duvivier falando da Clarice, que foi sua companheira por 5 anos. Todo mundo achou tão linda aquela declaração perfeita de amor que nos criou aquela imagem de amor fofo de cinema. – no fim ele mesmo falou no programa do Porchat que o texto até foi verdadeiro mas foi criado para falar do filme que eles estão lançando-. Eu confesso que achei fofo também, mas já comecei a me questionar: se parecia tão perfeito, porque se separaram?

Ai é que tá, NADA é perfeito e é por isso que casais se separam. Algumas coisas são tão imperfeitas que não há como conciliar e o melhor para a saúde de ambos é a separação. Acontece gente, até com casais que achamos perfeitos como Brangelina. O que vemos na mídia e em textos/filmes não é o que acontece no dia-a-dia de um casal. É apenas o que gostaríamos que fosse, é uma idealização do amor, mas a ideia as vezes passa muito longe da vida real e precisamos saber lidar com isso!

Precisamos parar com essa ideia de “amor de cinema”. O amor é feito de humanos e humanos erram, cometem gafes/bobagens/erros/ignorâncias e por aí vai. Em algumas situações, é possível sentar e conversar para se acertar, em outras não e é isso!

Uns dias após o texto do Gregório, o Rafinha Bastos postou um texto sobre o amor. Nesse texto ele chegou na ideia mais real do que é o amor, que não é aquela coisa enfeitada de cinema, chegou mais próximo do amor da vida real. Digo que chegou mais próximo e não chegou MESMO pois claro, ainda tem aquele “perfume” para deixar as pessoas encantadas com o texto e compartilha-lo.

Outro dia fiquei sabendo que uma conhecida terminou seu casamento perto de comemorarem as 1as bodas. Não sei os motivos, isso cabe ao casal.  Sempre foi um casal que esbanjava amor, eram N fotos e declarações nas mídias sociais, tudo parecia perfeito aos olhos dos outros, mas em algum momento não deu certo. Ainda nessa linha, outro casal que trocava diariamente juras de amor pelo facebook e namorava há uns 5 anos, também acabou esse ano.

Ninguém -ou quase ninguém- vai mostrar as partes ruins que todo casal passa, sejam famosos nas mídias ou sejam pessoas comuns no Facebook. As pessoas gostam de mostrar o amor, a felicidade, o dinheiro/bens… E não é algo de se condenar, é natural porque as pessoas que estão vendo gostam, curtem, comentam “casal mais perfeito” e por aí vai. Geralmente falamos dos nossos problemas com as pessoas mais próximas, com psicólogos e etc., não saímos colocando a boca no trombone hehehe! Quantas vezes já vi casais perfeitos nas redes sociais e que não eram bem aquilo na vida real…

O que devemos condenar é como nós recebemos essas “informações”  acreditando MESMO que a vida e o relacionamento daquela pessoa é 100% perfeito e maravilhoso e ficando tristes e invejosos por não termos essa vida 100% perfeita. Nada é perfeito, nem quem é rico, nem quem tem um amor, nem quem vive viajando, nem quem não precisa trabalhar, nem quem é dono do próprio negócio, nem quem tá na TV ou cinema… NADA! Coisas ruins e imperfeitas acontecem com todos e com casais “perfeitos” também!

O ser humano tem uma necessidade absurda de buscar a perfeição, idolatra mulheres que são magras/loiras, idolatra casais que parecem ser perfeitos, idolatra o famosos empreendedores de palco que vendem uma vida linda do empreendedorismo…Claro, não todo mundo, mas uma grande parte por sinal. E gente, é tudo ilusão!

Vamos ser mais realistas, acreditar que ninguém e nem nada é perfeito como num filme de amor e sucesso. Isso não quer dizer que não devemos acreditar no amor e no sucesso e em outras coisas boas, só precisamos saber que não é aquela coisa maravilhosa de cinema. Seu relacionamento simples e carinhoso que vive de Netflix e brigadeiro pode ser muito mais perfeito que vários casais que ficam ai pelas redes sociais ou na mídia. Seu corpo acima do peso pode ser muito mais saudável do que a de uma modelo que pode estar com anorexia, seu pequeno negócio feito com carinho e comprometimento pode ser muito melhor do que uma grande empresa que sonega impostos e não valoriza funcionários…

Vamos idolatrar nossas conquistas, nossos amores, nossa saúde… Nossas coisas que, mesmo imperfeitas aos nossos olhos -não dariam roteiros de um filme-, estão dando certo.

Caraaaaca, que reflexão essa minha ein?! HAHAHHA :D Ando muito Amanda a filosofa :P Espero que gostem e… comentem aí se concordam ou não ;)

6 thoughts on “Angelina e Brad Pitt, Fátima e Bonner…O que está acontecendo?”

  1. Adorei, Amanda! Quanto mais o tempo passa, menos hipócrita fico. Menos posto declarações por vários motivos: é chato, as pessoas têm preguiça (eu morro de preguiça!), expõe demais e pode ser pura hipocrisia! De que adianta postar uma foto linda de casal se estão há dias brigando sem parar? Enfim

    1. Né… eu tenho vergonha alheia qndo vejo uma postagem de amor no FB qndo eu sei que na vida real tá longe daquilo aheuhauhe :D Eu tb com o tempo estou postando bem menos declarações,ñ pq estamos na bad, mais p/ não expor mesmo :)

  2. Genteeee, que texto maravilhoso! Super concordo, já algum tempo que também estou nessa vibe de “Vamos idolatrar nossas conquistas, nossos amores, nossa saúde… Nossas coisas que, mesmo imperfeitas aos nossos olhos -não dariam roteiros de um filme-, estão dando certo” :D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *